Sábado, 28 de Novembro de 2020
(67) 99242-5959
Política ARTIGOS

CONJECTURAS 20.11.2020

Coluna política com o jornalista Carlos Monfort

20/11/2020 06h00
Por: Zadir de Souza Fonte: Carlos Monfort
Jornalista Carlos Monfort
Jornalista Carlos Monfort

SERVIDORES

= Mais uma eleição e os servidores municipais sem um legítimo representante na Câmara de Vereadores. E passa pleito e a choradeira começa. Dentre os 17 futuros vereadores, não há um que irá brigar – de fato e direito – pela categoria. Nenhum (a)!! Um (a) que vá sentar na mesa do prefeito e defender os interesses dos servidores municipais.

Um servidor enviou “zap” lamentando essa situação. “Chegou a hora do funcionalismo se organizar, mostrar força. É uma vergonha não termos nenhum representante. Em muitas cidades, elegeram vereador e nós aqui ficamos chupando dedo de novo”.

Recordo que a última liderança dos servidores foi o Camilo Ranzi, que disputou umas três eleições consecutivas sem sucesso.

GUARDA VS. TRÂNSITO

= Uma simples postagem no “face” escancarou a divisão entre a Guarda Municipal e o departamento de trânsito. Um não assume a responsabilidade que seria do outro. Quando para o bem da comunidade ambos deveriam atuar em defesa da população, da lei, fiscalizar, agir com responsabilidade. Mas não é isso que acontece. É o mesmo ranço existente entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar. Onde um está o outro não chega.

No caso da Guarda e do setor de trânsito a coisa é bem pior.

AZEDUME

- Azedou o ´capim do bucho´ na relação entre o chefe de gabinete do prefeito Hélio Peluffo, professor Victor Manoel e o vereador reeleito Rafael Modesto. Passarinho azul filtrou que Victor resolveu criticar os vereadores Otaviano Cardoso e o Rafael, e em áudio pelo ´whatts´ soltou o verbo contra os tucanos pela posição na tribuna da Câmara ao disparar contra a secretária de Assistência, Vera Oliveira, na novela “Kamila e seus padrinhos”.

Resumindo: Modesto não deixou por menos e foi tirar satisfação do Victor, ameaçando caso não houvesse retratação de abrir a janela do Victor direto da tribuna do Legislativo.

Victor não pensou duas vezes e pediu desculpas.

TABULEIRO

= Falar no passarinho azul, nosso intrépido colaborador ouviu rumores sobre as movimentações visando as acomodações no tabuleiro político municipal. Um dos cenários é o enquadramento do vereador Agnaldo Miudinho.

Nosso informante traz notícia que ele poderia ascender para a vereança com a indicação de um dos eleitos para o secretariado, ou ainda ocupar o 1º escalão na Obras ou na pasta de Meio Ambiente.

Sentado na janela do gabinete central no Paço, o passarinho azul traz ainda que Leny Klais cederia a cadeira na Educação para a 2ª suplente de vereadora do PSDB, Annie Espínola, com o 1º suplente Marquinhos seguindo para a Segurança Pública.

Temos ainda as acomodações de Caio Augusto e Dário Honório, que abriu mão de disputar a vaga de vice com a promessa de voltar ao status de secretário.

CORUMBÁ

= Na querida Corumbá, nosso amigo de infância Fábio Lauro Cabral disputou uma vaga de vereador e apesar dos 861 votos, nem na suplência ficou. Isso por conta do seu partido, o PT, que não fez o coeficiente para eleger ninguém. O Fabão está alegre com tristeza. Algo assim.

*A prefeitura homenageou a Pátria e substituiu a Bandeira no trevo da Granja antes do meio dia de quarta-feira, 18.  Parabéns!!

Aquele forte abraço aos amigos e amigas: Gabriela Ferreira, Nivalcir Almeida, Moisés Brites, Ingri Landolfi, Antonio Vieira da Rocha, Esterlino “Papagaio” Martins, colega Laureano Secundo (da capital).

Amanhã tem mais, com a Graça de Deus!!!

Carlos Monfort

Jornalista – DRT MS 144

[email protected]

whatsapp – 9.9104.2950

 

Ele1 - Criar site de notícias