Sábado, 23 de Janeiro de 2021
(67) 99242-5959
Política ARTIGOS

CONJECTURAS 25.11.2020

Coluna política com o jornalista Carlos Monfort

25/11/2020 06h00 Atualizada há 2 meses
Por: Zadir de Souza Fonte: Carlos Monfort
Jornalista Carlos Monfort
Jornalista Carlos Monfort

SAÚDE

= Se tem um secretário da administração municipal que faz das tripas coração para bem atender a todos e todas, esse alguém atende pelo nome de Patrick Derzi. Profissional altamente competente, ser humano sensível e que busca encaminhar as demandas da pasta. Quando não consegue, o doutor Patrick Derzi não descansa enquanto não encontra uma alternativa.

Faço essa referência pois ontem pela manhã estivemos em uma roda de amigos no bairro Altos da Glória e quando entrou no assunto prefeitura a unanimidade foi o secretário de saúde. Realmente a saúde de Ponta Porã esteve bem atendida e está até o dia 31 de dezembro. Segundo consta, o Dr. Patrick Derzi já teria comunicado que não pretende continuar à frente da pasta. Mas o lobby para ele continuar é forte.

IMPRENSA

= A equipe da imprensa da prefeitura está desfalcada. O Covid tirou metade do time da comunicação de cena. O Roberto Boller e o Jefferson Parra já estão em quarentena. Dois pesos pesados do time nota dez hoje comandado pelo colega Éder Rubens. Falar em imprensa, agradeço o convite para retornar à Coordenadoria de Comunicação, mas nossa missão já foi cumprida. Fica a gratidão e hoje novos projetos tomam conta da nossa vida profissional.

IMPRENSA 2

= Falar nisso, dois nomes são cogitados na rádio peão para a partir de 2021 assumir a coordenadoria de imprensa: Otaviano Cardoso e Rosane Mazetto. Cardoso já respondeu pela função em gestões passadas e Rosane fez parte da gestão Vagner Piantoni, atendendo na área de áudio visual.

O corintiano Éder Rubens é gestor do setor cultural da equipe da Fundação de Cultura e Esportes, muito bem comandada pela professora Celma Pelusch, mãe da Larissa e esposa do Marcelão.

ZÉ DA VIOLA

= O ex-presidente do Sindicato Rural de Ponta Porã, José Alves, o Zé da Viola para os mais chegados, pode assumir uma cadeira na Câmara dos Deputados. O pai da dupla Jads e Jadson pode ocupar a vaga de Carlos Trutis, deputado federal pelo PSL preso dias atrás com arsenal de armas de uso restrito e acusado de forjar um atentado na capital do Estado.

O Zé recebeu quase 30 mil votos nas eleições em 2018 embarcando na fama dos filhos.

REINALDO

= O governador Reinaldo Azambuja está prestes a ser afastado da função. Colegas da capital afirmam que não deve passar de fevereiro. Acusado de vários crimes por corrupção ativa e passiva, ontem operação da Polícia Federal teve como alvo várias pessoas da “cozinha e sala” do governador, incluindo um filho. A coisa não está nada boa para o líder-mor do PSDB no Mato Grosso do Sul. Daí, conforme a imprensa capitalina, a justificativa para Reinaldo ficar bem longe dos holofotes nas eleições municipais. Nem rádio nem televisão. Nadica de nada.

Adiantando ao possível naufrágio tucano, tem muita liderança pelo interior já pensando em um caminho alternativo de olho nas eleições de 2022.

Um abraço aos amigos Robson Cerenza e ao pai, Claudinedes, vereador Rafael Modesto,  Dorgeval Amaro, ao Valdir Avelino, Paulinho Siqueri, Lucho Rocha, Ricardo Zacarias, Nete Ferreira Monfort, ao Gabriel Bittencourt, Arino Dorneles.

Sucesso a todos e todas e amanhã com as bênçãos de Deus tem mais!!!

Carlos Monfort

Jornalista – DRT MS 144

[email protected]

whatsapp – 9.9104.2950

 

Ele1 - Criar site de notícias