Natuzzi descontos de até 50%
Refis Agosto 2019
CCJ

Prefeitos buscam apoio dos deputados Fábio Trad e Dagoberto na CCJ

Prefeitos de Mato Grosso do Sul começaram a procurar os deputados federais em favor da unificação das eleições

06/06/2019 16h25Atualizado há 2 meses
Por: Zadir de Souza
Fonte: Willams Araújo
Caravina esteve esta semana defendendo a proposta
Caravina esteve esta semana defendendo a proposta

Prefeitos de Mato Grosso do Sul começaram a procurar os deputados federais Fábio Trad (PSD-MS) e Dagoberto Nogueira (PDT-MS), membros da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, na tentativa de convencê-los a aprovar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que coincide as eleições de todos os cargos eletivos no país.

A emenda constitucional que prevê a unificação dos pleitos entrou na pauta municipalista da CNM (Confederação Nacional de Municípios) e movimentou Brasília nos últimos dias.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e integrante do Conselho Político da CNM, Pedro Caravina, participou esta semana em Brasília de nova rodada de discussões em torno desse tema que ganhou destaque no Congresso Nacional.

Caravina defende a unificação das eleições, justificando, entre outros fatores, o custo de R$ 4,5 bilhões a cada pleito, além do fato de coincidir os planos de investimentos federais, estaduais e municipais.

Segundo ele, o Plano Plurianual dos Municípios nunca coincide com o Plano Plurianual do governo federal e do governo estadual, dificultando assim, os investimentos essenciais.

MOBILIZAÇÃO

O presidente da CCJ da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini (PSL-PR), pretende colocar em pauta a PEC 376 na próxima quarta-feira.

O texto agrada aos gestores que precisam de tempo para colocar a casa em ordem.

O relator da proposta que coincide as eleições, deputado Valtenir Pereira (MDB-MT), é favorável a mobilização dos prefeitos, inclusive tem os orientado a procurar as bancadas federais nos estados para aprovar a admissibilidade da matéria no âmbito na CCJ.

Para que o pleito de 2020 possa ser adiado e prorrogado para 2022, é necessário aprovar a PEC até 4 de outubro deste ano.

O relator deu parecer favorável a proposta que estabelece a coincidência geral dos pleitos para todos os mandatos eletivos, aumenta de 8 para 10 anos o mandato de senador, estabelece o mandato de 5 anos para todos os cargos eletivos e põe fim ao instituto da reeleição para os cargos do Poder Executivo.

Os autores da proposta justificam que o projeto vem para cortar o alto custo de cada pleito eleitoral.

Para Valtenir, a PEC trará economia, num projeto econômico e coerente com o atual sistema eleitoral do país, financiamento público de campanha.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Campo Grande Campo Grande - MS Campo Grande foi fundada pelo mineiro de Monte Alegre José Antônio Pereira, que chegou com sua comitiva à cidade em 21 de junho de 1872 e se estabeleceu na confluência dos córregos Prosa e Segredo. ... A decisão sairia dois anos mais tarde e Campo Grande seria escolhida como a Capital de Mato Grosso do Sul.
Ponta Porã - MS
Atualizado às 04h07
13°
Poucas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 13°
13°

Sensação

11.8 km/h

Vento

66.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Shopping China_2019
Natuzzi descontos de até 50%
Universidad Central del Paraguay
Wizard_net
Net Bios 300X250
Municípios
Nova FM 96,9
Pizzaria Avenida_Rodízio de pizzas
Últimas notícias
Ponta Porã Informa
Black Color_Gif
Programa Haja Coração
Mais lidas
Proarte
Black Color