Equimape-2 18-06-2019
Refis 2019
CARDIOPULMONAR

Reanimação cardiopulmonar é tema de capacitação no Hospital Regional de Ponta Porã (MS)

Capacitação orientou equipe multiprofissional sobre conduta correta e atualizou protocolos; unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul

04/07/2019 15h25
Por: Zadir de Souza
Fonte: Camila Fernandes
Hospital Regional de Ponta Porã
Hospital Regional de Ponta Porã

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), promoveu na última quarta-feira (02/07) capacitação sobre reanimação cardiopulmonar. O médico nefrologista, Bruno Alves Silva, de São Paulo, conduziu a atividade voltada para atualização dos protocolos e conduta de reanimação em parada cardiopulmonar.

“Abordamos conceitos e atualização dos protocolos sobre reanimação, parada cardiorrespiratória e identificação dos pacientes em situação de risco, para que seja possível desenvolver uma avaliação rápida e eficaz. É importante que todos os colaboradores estejam alinhados sobre a conduta no atendimento de uma parada, desde o porteiro até a equipe assistencial. No Brasil, estima-se que cerca 300 mil atendimentos por ano sejam voltados a parada cardiorrespiratória, por isso, orientamos que esse treinamento seja feito com frequência”, orientou o médico que atua no Hospital Regional de Presidente Prudente, em São Paulo.

Técnicos, auxiliares, enfermeiros e médicos participaram da atualização. Durante o evento, foram abordados cuidados e orientações aos pacientes na pós-parada cardiopulmonar. O Hospital Regional de Ponta Porã é referência para mais de 200 mil habitantes do sul do estado, oferecendo atendimento de baixa e média complexidade e Pronto Atendimento em regime de livre demanda ou referenciada.

 O coordenador de enfermagem do Pronto Socorro, Ederson de Oliveira Rodrigues, ressaltou a importância da atualização da equipe multiprofissional. “Somos um hospital porta aberta, pelo menos duas vezes por semana recebemos algum paciente na emergência com parada cardiopulmonar, mesmo que faça parte da nossa rotina, é importante manter a equipe atualizada para prestarmos uma assistência rápida e eficaz, salvando vidas e impendido sequelas ao paciente”, comentou.

A unidade possui um programa de educação permanente voltado para capacitação dos profissionais e integra a política de gestão hospitalar com excelência em unidades públicas administradas pelo Instituto Acqua.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários