Equimape_promoções do dia 16 a 20-12
Prorrogação Refis 17-12-2019
EM BRASÍLIA

Azambuja discute investimentos no corredor ferroviário bioceânico

Projeto foi debatido com grupos empresariais chineses

08/08/2019 15h57
Por: Zadir de Souza
Fonte: Correiodoestado
Azambuja participou de encontro em Brasília - Foto: Tiago Stocchero
Azambuja participou de encontro em Brasília - Foto: Tiago Stocchero

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) discutiu formas de investimentos no corredor ferroviário bioceânico com representantes de grupos empresariais chineses e portugueses no Brasil, nesta quarta-feira (7), em Brasília.

Possibilidades de rotas e ramais do Projeto da Estrada de Ferro Paraná Oeste (Ferroeste), que ligará os portos de Paranaguá (PR) e Antofagasta, no Chile, com possibilidade de rotas e ramais passando pelo Paraguai e Argentina, foram apresentadas no encontro.

Com 2,5 mil quilômetros, o projeto inicial de implantação do corredor bioceânico ferroviário facilita as exportações do Cone Sul do Brasil para os países asiáticos pelo Oceano Pacífico.

Um grupo de trabalho organizado pelo Governo do Paraná vai avaliar qual o melhor modelo a ser seguido. Atualmente, a Ferroeste liga as cidades de Cascavel a Guarapuava. Novos projetos pretendem aumentar a extensão da linha de ferro até as cidades de Dourados e Maracaju.

“Seremos mais competitivos com essa nova saída. Agora é olhar a melhor lógica e modelagem”, afirmou Azambuja, que também defendeu a discussão conjunta do traçado, uma vez que a integração logística dá mais competitividade aos produtos brasileiros e asiáticos.

O estudo já foi apresentado ao presidente Jair Bolsonaro, ao presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e ao diretor-presidente da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, informou o governo paranaense.

Josemar Ganho, consultor e estruturador do projeto bioceânico pela Onlystars/ICBC, que representa os grupos empresariais chineses e portugueses, disse que os agentes financeiros estão interessados no projeto. “É uma grande oportunidade. O desafio não é financeiro, é mais de governança”, disse.

Também participaram o encontro o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, o vice-governador do Paraná, Darci Piana; e demais autoridades do estado vizinho.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários