Natuzzi 50% de descontos
Refis_Outubro 2019
EQUOTERAPIA

Centro de Equoterapia desenvolve importante trabalho em Ponta Porã

Metódo terapêutico ajuda principalmente crianças com necessidades especiais

13/08/2019 15h58
Por: Zadir de Souza
Fonte: Coordenadoria de Imprensa
Centro de Equoterapia realiza atendimentos no Antigo Clube dos Cabos
Centro de Equoterapia realiza atendimentos no Antigo Clube dos Cabos

O CEC – Centro de Equoterapia Cadu, desenvolve em Ponta Porã a mais de dez anos, a equoterapia como método de tratamento para pessoas portadoras de necessidades especiais. E a introdução da equoterapia tem resultado em avanços significativos no tratamento de adultos e principalmente crianças com necessidades especiais.

De acordo com Francielli Cristina Rodrigues, professora de educação física e coordenadora do Centro de Equoterapia Cadu, a equoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência ou com necessidades especiais.

“Essa terapia emprega o cavalo como agente promotor de ganhos a nível físico e psíquico. Esta atividade exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio. A interação com o cavalo, incluindo os primeiros contatos, os cuidados preliminares, o ato de montar e o manuseio final desenvolvem, ainda, novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima”, declarou Francielli.

O Centro de Equoterapia Cadu, funciona atualmente no antigo Clube dos Cabos, na rua Manoel Dias de Pinho, no bairro Santa Izabel  e iniciou suas atividades no ano de 2008, nas dependências do Centro Hípico do 11º RC Mec, realizando apenas oito atendimentos semanais. Em 2014, o CEC passou a desenvolver suas atividades no antigo Clube dos Cabos, outra área do Exército Brasileiro, que é um dos parceiros mais importantes do Centro de Equoterapia Cadu. Nesse local, as atividades saltaram para sessenta e seis atendimentos semanais, com duração de trinta minutos cada sessão. Os praticantes atendidos, com os mais variados diagnósticos, são de diversos seguimentos das cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero. Além do 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, a prefeitura de Ponta Porã também é parceira do Centro de Equoterapia Cadu.

Ao falar em resultados, Francielli cita os atendimentos realizados no ano passado e da lista de espera que aumentou nos últimos meses. “No decorrer do ano letivo de 2018, conforme as fichas avaliativas preenchidas pelos profissionais, percebeu-se, de modo geral, um progresso no desenvolvimento motor, de linguagem, comportamental e afetivo-emocional dos praticantes. A demanda para o atendimento em equoterapia vem aumentando diariamente. Hoje temos uma lista de 29 pessoas aguardando vaga. Atualmente, 70 atendimentos.

Além da coordenadora do CEC, Francielli Cristina Rodrigues, a equipe tem ainda com a pedagogas Andréia Molina dos Santos e Edinéia Aparecida Oenning de Almeida Calonga. Professores de educação física, Marcos Antônio da Cruz, Pedro Gonçalves Soares Pedro Roberto Pereira Falaschi. Psicopedagoga, Maryellen Neves Alves. Fisioterapeutas Samira Scalon Cardoso Sato. E a auxiliar de serviços diversos, Simone Ojeda Veron.

  • Centro de Equoterapia desenvolve importante trabalho em Ponta Porã
  • Centro de Equoterapia desenvolve importante trabalho em Ponta Porã
  • Centro de Equoterapia desenvolve importante trabalho em Ponta Porã
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários