Equimape Móveis
Fronteira do Futuro 16-12-2019
FONPLATA

Ponta Porã terá US$ 25 milhões para Programa Fronteira do Futuro

Senado aprovou empréstimo junto ao Fundo de Investimento Financeiro da Bacia do Prata (Fonplata)

17/12/2019 18h46
Por: Zadir de Souza
Fonte: Correiodoestado
Ponta Porã a Princesinha dos Ervais
Ponta Porã a Princesinha dos Ervais

Contratação de empréstimo junto ao Fundo de Investimento Financeiro da Bacia do Prata (Fonplata), no valor de US$ 25 milhões,  cerca de R$101 milhões, foi aprovada no Senado para o município de Ponta Porã. Recursos serão utilizados para execução do Programa Fronteira do Futuro.

De acordo com o projeto apresentado ao Fonplata, o dinheiro será liberado em partes, entre 2020 e 2023, e contratado com base na taxa de juros Libor de seis meses, acrescida de spread, devendo ter custo efetivo de 4,62% ao ano.

“Fiquei muito satisfeito. Agora é aguardar para assinar o contrato, gostaríamos que fosse ainda neste ano, mas o mais importante passou que foi a aprovação do projeto”, disse o prefeito Hélio Pelufo (PSDB).

 As propostas referentes aos três municípios também foram aprovadas hoje pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Também foram beneficiados os municípios de Araguaína, em Tocantins e Santo André, em São Paulo. 

Conforme informado no projeto, o investimento será aplicado na construção de 232 mil m² de recapeamento (uma terceira avenida na cidade e pavimentação asfáltica em vários bairros de Ponta Porã), 20 km de ciclovias na Linha Internacional, 1.500 vagas de estacionamento e uma escola de robótica para retirar crianças e adolescentes das ruas, entre outros.

Senador Nelson Trad Filho (PSD), que defendeu o projeto, afirmou que o programa visa promover o desenvolvimento na faixa fronteiriça na cidade de Ponta Porã, que faz fronteira com a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero.

Ponta Porã é uma cidade tão próspera! a ‘Princesinha dos Ervais, como é conhecida, está feliz em receber desta casa o término da tramitação do empréstimo para transformar a cidade.

No plenário, senador de Goiás, Luiz do Carmo, argumentou que a cidade tem disponibilidades financeiras a cobertura das obrigações advindas do empréstimo.

No contrato de financiamento, a Prefeitura de Ponta Porã terá contrapartida de 20% do valor, equivalente US$ 6,5 milhões.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários