Equimape Móveis
Fronteira do Futuro 16-12-2019
HEMOTERAPIA

Hemoterapia é tema de palestra no Hospital Regional de Ponta Porã

Atividade orientou enfermeiros sobre uso seguro e racional do sangue; unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul

31/01/2020 14h35
Por: Zadir de Souza
Fonte: Camila Fernandes
54
Atividade orientou enfermeiros sobre o uso seguro e racional do sangue
Atividade orientou enfermeiros sobre o uso seguro e racional do sangue

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã, gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), promoveu na última quarta-feira (29/01) palestra sobre hemoterapia, condutas e indicações para uso racional do sangue. A atividade foi conduzida pelo farmacêutico, especialista em hematologia, Cristiano Morales, e teve intuito de orientar equipe de enfermagem sobre o uso seguro e racional do sangue e as particularidades da transfusão de hemocomponentes para promover a segurança dos pacientes atendidos.

“É necessário conhecer e dominar toda a parte técnica para no ato da transfusão evitar problemas antes e depois da transfusão. Alertamos sobre a utilização dos hemocomponentes de forma desnecessária, em determinadas épocas do ano é um desafio mantermos os estoques elevados e precisamos ter essa conscientização”, pontuou Cristiano Morales.

O hospital conta com uma agência transfusional com profissionais capacitados para garantir assistência segura aos pacientes. O farmacêutico explica como funciona o processo. “Após avaliação do médico, se houver necessidade de uma hemoterapia, a equipe de enfermagem aciona a agência transfusional que vai até o paciente coletar uma amostra para o teste de compatibilidade, após aprovação o técnico em hemoterapia realiza a instalação do hemocomponente”, explicou.

Para Cristiano Morales é fundamental despertar a conscientização para que mais pessoas façam doação sanguínea. “A deficiência no estoque é grande, por isso é necessário a solidariedade e conscientização para que mais pessoas doem sangue. Para doar basta procurar o hemonúcleo mais próximo, estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 55 kg e evitar alimentos gordurosos no dia da doação”, afirmou.

Doação de Sangue - De acordo com o Ministério da Saúde, são coletadas no Brasil cerca de 3,6 milhões de bolsas/ano, o que corresponde ao índice de 1,8% da população doando sangue. Embora o percentual esteja dentro dos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Ministério da Saúde trabalha para aumentar este índice.

  • Hemoterapia é tema de palestra no Hospital Regional de Ponta Porã
  • Hemoterapia é tema de palestra no Hospital Regional de Ponta Porã
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.