Terça, 29 de Setembro de 2020
(67) 99242-5959
Esportes SUL-MATO-GROSSENSE

Operário arranca empate com sabor de vitória no Morenão

Galo saiu atrás no marcador, marcou nos acréscimos, e torcida comemorou

09/02/2020 18h33
Por: Zadir de Souza Fonte: Correiodoestado
Operário acordou no segundo tempo e empatou nos acréscimos - Valdenir Rezende
Operário acordou no segundo tempo e empatou nos acréscimos - Valdenir Rezende

Em um jogo em que todos os gols foram marcados no segundo tempo, Operário e Aquidauanense empataram por 2 a 2 na tarde deste domingo (9), no Morenão, em Campo Grande. Com o resultado, o Galo continua na terceira posição do Campeonato Sul-Mato Grossense, com quatro pontos ganhos, mesmo número do Aquidauanense, que leva desvantagem por ter menos gols marcados nas três primeiras rodadas da competição.

Para a torcida do Operário, o empate deste domingo teve sabor de virada, isso porque o Aquidauanense saiu em vantagem no placar, e abriu 2 a 0, com gols de Keverson, aos 4 minutos, e Agnaldo, aos 21. O Galo descontou com Borges, aos 36 e empatou já nos acréscimos, aos 48 minutos, com Richely. 

O JOGO

As duas equipes se estudaram muito no primeiro tempo sem gols. As melhores chances foram para o Operário. Jonatas Obina, logo aos 6 minutos, chutou forte de longe e assustou a defesa do time de Aquidauana. A bola foi para fora.  

A grande chance da primeira etapa ocorreu aos 38 minutos. Patrick, do Operário, chutou para o gol, o goleiro rebateu e a bola ainda bateu no travessão.  

No segundo tempo, pelo menos no início, o Aquidauanense dominou o meio campo, e mostrou-se mais bem postado.  

Aos 4 minutos, Keverson aproveitou rebote na área, após bate rebate, e só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol, em meio a uma apática defesa do Operário: 1 a 0 para o time visitante.  

O Aquidauanense ainda ampliou aos 21 minutos, em jogada semelhante. Assuério avançou com liberdade pela ponta direita, e cruzou na medida para Agnaldo, que só teve o trabalho de guardar a bola nas redes: 2 a 0.  

O Galo só reagiu no fim da partida, em uma jogada um pouco confusa, porém eficiente. Depois de cruzamento na área, Borges cabeceou mal (na verdade, fez a jogada com a nuca) e a bola bateu em Jô e entrou: gol contra do jogador do Aquidauanense e 2 a 1 no placar.  

O gol foi suficiente para fazer o Operário acordar no jogo. O meio-campo da equipe se recompôs e aproveitou o cansaço dos jogadores do Aquidauanense. Depois de pelo menos duas boas chances perdidas, o Galo empatou aos 48 minutos, já nos acréscrimos, e em grande estilo: Richely aproveitou rebote do goleiro Diego e, de primeira, não deu chances ao arqueiro do time de Aquidauana: 2 a 2, que para os operarianos que estiveram no Morenão, teve sabor de gol da vitória, apesar de garantir apenas um ponto na classificação.

 

Ele1 - Criar site de notícias