Terça, 27 de Outubro de 2020
(67) 99242-5959
Saúde COVID-19

Lotação dos leitos das UTIs do Hospital Regional acende alerta para Ponta Porã

Dr Patrick Derzi e da equipe da Vigilância de Saúde alertou para sobrecarga da UTI

22/09/2020 16h23 Atualizada há 1 mês
Por: Zadir de Souza Fonte: Assessoria de Imprensa
Prefeito Hélio Peluffo e secretário municipal de Saúde Dr Patrick Derzi durante coletiva de imprensa COVI-19
Prefeito Hélio Peluffo e secretário municipal de Saúde Dr Patrick Derzi durante coletiva de imprensa COVI-19

O Prefeito de Ponta Porã Hélio Peluffo, acompanhado do secretário municipal de Saúde, Dr Patrick Derzi e da equipe da Vigilância de Saúde alertou para sobrecarga da Unidade de Tratamento Intensivo-UTI do Hospital Regional de Ponta Porã em decorrência da COVID-19.

O alerta foi feito nesta terça-feira (22), em coletiva de imprensa realizada  ás 11h no Gabinete do Prefeito Municipal, onde o chefe do Executivo  demonstrou preocupação com o relaxamento da população em relação aos cuidados previstos no protocolo sanitário para bloquear o avanço do novo coronavírus em Ponta Porã.

“Queremos alertar a população que os leitos da UTIs disponíveis para atendimento dos casos de COVID 19 estão quase que em sua totalidade ocupadas. O Hospital Regional e a Secretaria Municipal de Saúde acenou para uma grande preocupação com o atual cenário que pode obrigar a termos um retrocesso em nossa flexibilização”  disse Helio Peluffo.

Hélio Peluffo lembrou ainda que a o pico no aumento dos casos surge exatamente após 14 dias de um feriado prolongado, que foi o 07 de setembro, confirmando que neste período a aglomeração compromete a saúde da população.

“As pessoas estão relaxando, parece não se preocupar mais com a circulação do vírus, resultando na sobrecarga do Hospital Regional. É possível observar que os jovens estão levando a doença para casa e contaminando os idosos, sem nenhuma preocupação” frisou.

O Secretário Municipal de Saúde, Dr Patrick Derzi enfatizou que desde o primeiro caso diagnosticado em março, o  Comitê de gerenciamento das ações contra a Covid-19 alertava para o risco de Ponta Porã ficar sem UTI.

“Nesta época muita gente achou que era exagero da minha parte. O fato é que hoje estamos com 90% da nossa UTI ocupada, sendo 14 pacientes intubados que permaneceram ocupando os aparelhos por mais dez dias mínimo” salientou.

Patrick Derzi informou ainda que dos 20 leitos da UTI, 18 estão ocupados sendo 10 de Ponta Porã, 06 de outros municípios e 02  brasileiros que residem no Paraguai.

“Temos uma taxa de recuperação excelente com índice de 90%, porém sabemos que é uma doença nova, com muitos fatores desconhecidos. A Europa voltou a contaminação, é preciso que continuemos seguindo os cuidados necessários previstos nos protocolos sanitários, evitando aglomerações, festas e utilizando máscara” explicou Patrick.

Durante a sua fala Patrick Derzi aproveitou para informar a população que o Hospital de Campanha do HR foi fechado, porém recebeu uma adaptação e adequação junto ao espaço interno da Unidade Hospitalar.

Atualmente o cenário da COVID-19 em Ponta Porã apresenta os seguintes números:

809 casos positivos, 10 internados, 18 óbitos, 52 em isolamento domiciliar e 729 pacientes estão recuperados.

UBS

Durante a coletiva de imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde por meio da Coordenadoria de Atenção Básica, informou que todas as Unidades Básicas de Saúde de Ponta Porã estão abastecidas e realizando atendimento mediante cronograma planejado para prevenção da COVID-19.

Conforme afirmou Juliana Albertini, gerente de Atenção a Saude do município, as 20 UBS que compreendem a zona urbana e rural estão preparadas para o atendimento a população.

"Aderimos ao Programa Rastrear onde monitoramos e realizamos um atendimento voltado para o tratamento precoce. É importante a colaboração da população em buscar o atendimento de forma antecipada em nossas Unidades Báscias de Saúde" frisou Albertini.    

Ele1 - Criar site de notícias